A Polícia Militar de Botucatu (SP) abriu uma sindicância para apurar a conduta de policiais durante uma abordagem que aconteceu no bairro Jardim Brasil. Um jovem ficou ferido e teve queimaduras de 2º e 3º graus causadas por um ferro de passar. O auxiliar de serviços gerais Kennedy de Souza Fernandes conta que as marcas são resultados de agressões feitas por policiais militares que entraram na casa dele em busca de drogas na quarta-feira (15).

Ele diz que os policiais não encontraram nada e por isso começaram a torturá-lo. O jovem estava na residência com dois primos e o irmão mais novo, todos menores de idade. Um dos policiais teria usado um ferro quente para machucá-lo.

“Ele colocou o ferro de passar na tomada para esquentar, queimou minhas duas pernas. Depois queimou meu ombro e ainda perguntava se estava doendo. Quando o outro policial chegou ele começou a dar um monte de soco na barriga e me algemaram para me levar preso. Ele agrediu meu primo também. Mas quando um deles viu como ficou o machucado, ele se assustou e não me apresentou na delegacia”, conta Kennedy.

A mãe dele, Sueli Santos Souza, diz que os outros menores também foram ameaçados e agredidos. “Se tivesse droga levasse meu filho, não precisava queimar. Eles torturaram meu filho e eu quero justiça.”

A Polícia Militar de Botucatu informou que a conduta dos policiais será investigada e tem em média 40 dias para ser concluído, segundo o capitão da PM Leonardo Bruno Rodrigues. “Vai ser apurado o crime de lesão corporal. Se for comprovado os policiais militares serão devidamente punidos.

A Polícia Civil também vai investigar o caso. Por enquanto, o boletim de ocorrência permanece na segunda delegacia de polícia, mas o caso será acompanhado pela Delegacia de Defesa da Mulher de Botucatu, já que dois menores de idade também estão envolvidos nessa agressão.(G1)

 

 

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

Thumbnail Familiares e amigos da jovem Raissa Levy, de 15 anos, de Botucatu, estão pedindo ajuda após o desaparecimento da garota. Segundo informações, Raissa teria ido em uma balada denominada Top Night, no Jardim Marajoara, na sexta-feira, 18, e não teria mais feito contato ...
Thumbnail   A Diretoria de Saúde adiou o início da campanha de vacinação antirrábica na zona rural de São Manuel, que seria no sábado, dia 19 de agosto, por conta do mau tempo. A data prevista, portanto, é o sábado próximo, dia 26 de agosto.A vacinação será realizada em cachorros e gatos...