O que fazer com o óleo usado de fritura? Essa dúvida é comum e impacta diretamente na preservação ambiental e, principalmente, das águas e do solo. Descartar esse resíduo na pia, além de entupir os encanamentos, pode prejudicar o fluxo de esgoto de outras residências.

A educação aliada à informação foi a estratégia encontrada para solucionar a questão inicial. Junto com a Diretoria de Educação e Cultura, a Diretoria de Agricultura e Meio Ambiente promove o projeto “Coleta de Óleo de Cozinha“, que é executado em 12 escolas municipais e particulares (ao todo são 16 prédios educacionais que aderiram, porque algumas escolas municipais possuem duas sedes), e tem o objetivo de arrecadar óleo para o descarte correto.

O Projeto, iniciado no dia 20 de março, disponibiliza pontos coletores nas escolas participantes. À medida que o aluno leva o óleo usado ao ecoponto, ele ganha um detergente. Trocar óleo de pós-consumo por detergente incentiva a arrecadação e também é uma forma de mostrar às crianças o que pode ser feito com os resíduos desse ingrediente.

 

Como funciona o projeto?

O óleo de cozinha usado deve ser armazenado em garrafas PETs e depositado nos coletores disponibilizados nas escolas. A cada 2 (dois) litros de óleo pós-consumo entregues ao responsável pelo ecoponto, na escola, será fornecido ao aluno um detergente de 500ml. Todo mês, o material coletado será recolhido e contabilizado pela empresa ADN. A cada litro arrecadado de óleo serão remunerados R$ 0,30 para ACAPEL de São Manuel.

Ao final do projeto, a cada 1000 (mil) litros coletados por escola, será sorteado um tablet para os alunos participantes da unidade. Além disso, a escola que arrecadar mais litros de óleo das seis cidades regionais participantes ganhará um notebook.

 

Prejuízos do descarte de óleo em rios e mares

De acordo com o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), por meio da resolução de número 430, de 13 de maio de 2013, é permitido lançar até 50 miligramas de óleo vegetal por litro (mg/L) de esgoto não tratado em rios ou mares. Quando a concentração de óleo lançada nos efluentes é superior ao recomendado pelo CONAMA, o óleo de fritura polui mais de 25 mil litros de água.

A principal consequência ambiental é a redução de oxigênio dissolvido na água. Isso ocorre porque os micro-organismos que degradam o óleo consomem muito oxigênio, o que contribui com a morte de peixes e outros animais aquáticos.

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

Thumbnail Uma aposta de Peruíbe (SP) acertou as seis dezenas do concurso 1.941 da Mega-Sena e levou o prêmio de R$ 26.572.503,56. O sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (21) em Campina Grande (PB). Veja as dezenas sorteadas: 01 – 09 – 24 – 38 – 48 – 49. A quina...