A Justiça Estadual autorizou a prisão preventiva das duas funcionárias flagradas em um vídeo agredindo crianças em uma creche da cidade de Itatinga (SP).

O caso, que teve grande repercussão, aconteceu na quarta-feira da semana passada e dois dias depois uma mãe colocou o vídeo das agressões em rede social, causando grande revolta dos pais que registraram boletim de ocorrência na delegacia da cidade.

Depois do fato, as mães foram ouvidas e as funcionárias afastadas da função, mas estão atuando em outros setores da prefeitura.

Uma das funcionárias foi gravada por um pai quando tentava justificar para ele as agressões, alegando que estava com problemas pessoais e dizendo estar arrependida. O áudio foi espalhado por grupos de conversa no aplicativo  WhatsApp.

Depois do caso ganhar repercussão com fortes imagens que foram espalhadas na internet a Polícia Civil e o Ministério Público pediram a prisão das funcionárias que acabaram sendo autorizadas pela Justiça.

O mandado pode ser cumprido a qualquer momento.

A prefeitura da cidade disse que abriu processo administrativo para apurar as agressões.  (do Agência14News)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

Thumbnail Familiares e amigos da jovem Raissa Levy, de 15 anos, de Botucatu, estão pedindo ajuda após o desaparecimento da garota. Segundo informações, Raissa teria ido em uma balada denominada Top Night, no Jardim Marajoara, na sexta-feira, 18, e não teria mais feito contato ...
Thumbnail   A Diretoria de Saúde adiou o início da campanha de vacinação antirrábica na zona rural de São Manuel, que seria no sábado, dia 19 de agosto, por conta do mau tempo. A data prevista, portanto, é o sábado próximo, dia 26 de agosto.A vacinação será realizada em cachorros e gatos...