Após o surgimento de alguns casos positivos para Leishmaniose em São Manuel, a reportagem da Rádio Integração recebeu na tarde deste sábado (26), um alerta através de alguns ouvintes sobre um comunicado de uma clínica veterinária vem alertando seus clientes a respeito da doença.

Nossa reportagem confirmou com a diretoria de saúde do município, que afirmou que realmente existem casos positivos "-Estamos atuando em todos os casos positivos. O município realizada inquérito desde 2015." Afirmou a diretora de saúde Patrícia Rossanesi.

Todas essas informações são importantes.

-A Leishmaniose é uma doença causada por um protozoário e a transmissão se dá principalmente, através da picada de um mosquito, conhecido como Mosquito-palha.

Essa doença pode causar o aparecimento de diversos sinais clínicos nos animais, porém também pode aparecer de forma subclínica, sem manifestar nenhum sinal, dependendo da fase de evolução.

Outro ponto de extrema importância é que trata-se de uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida aos seres humanos. Por esse motivo, é uma doença de controle e notificação obrigatória pelo Ministério da Saúde.

A Leishmaniose tem tratamento, mas não tem cura. Por isso, prevenir é a melhor opção.

As principais formas de prevenção são:

-Uso de coleiras e outros produtos repelentes;

-Testagem e vacinação nos cães;

- Evitar acúmulo de matéria orgânica (quintais, entulhos, etc), a fim de evitar a proliferação do mosquito, entre outros. (Rádio Integração - com informações da Clínica Veterinária VidaVet/Foto: Divulgação)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração