Em tempos de Pandemia, não podemos nos esquecer de outras doenças existentes em nosso município e região, como é o caso da LEISHMANIOSE.

  • O que é

A Leishmaniose Visceral é uma zoonose, doença grave que pode atingir as pessoas e os cães. Causada por um parasito e transmitido através da picada de um pequeno inseto conhecido como “mosquito palha”.

  • Transmissão

A transmissão ocorre quando o mosquito pica um cão doente e depois pica um cão ou pessoa saudável que pode ou não desenvolver a doença. O mosquito palha costuma picar ao entardecer e durante a noite. As fêmeas do mosquito põem os ovos em locais úmidos com acumulo de folhas, frutos e fezes de animais.

            O mosquito é o responsável pela transmissão da Leishmaniose, a doença não é transmitida diretamente de pessoa para pessoa, ou cão para pessoa. Então a melhor prevenção é evitar a proliferação do mosquito.

  • Sinais e sintomas da Leishmaniose em pessoas

            Febre prolongada, emagrecimento, fraqueza, anemia, aumento de fígado e baço, em casos mais graves sangramentos. O diagnóstico e tratamento da Leishmaniose estão disponíveis no Serviços de Saúde (SUS), ao apresentar sintomas da doença procure o serviço de saúde mais próximo.

  • Sinais e sintomas da Leishmaniose em cães

            Emagrecimento, queda de pelos, crescimento das unhas, descamação da pele, fraqueza, feridas em focinho, orelhas, olhos e patas. No caso de aparecimento de sinais da Leishmaniose em seu cão procure um médico veterinário.

  • Proteja sua família e seu cão

            Medidas simples para manter o ambiente limpo protegem sua família e seus animais da Leishmaniose. Mantenha o quintal e jardim limpos recolhendo do chão toda matéria orgânica como fezes de animais, folhas e frutos e evite o acumulo de lixo, pois é neste ambiente que o mosquito põe seus ovos e geram uma grande quantidade de mosquitos que podem transmitir a doença para as pessoas e os cães.

            Outra forma de manter o mosquito palha longe é através da colocação de telas finas em janelas e portas e do uso de repelentes para proteção de sua família e seu cão.

            Manter a saúde e higiene dos animais, evitar que o cão fique solto na rua e usar coleira ou outra forma de repelente aos insetos são formas importante de proteger o seu animal.

 


Oslean do Carmo

Gestor de Comunicação

Prefeitura Municipal de São Manuel

Últimas Notícias : Pages : FM Integração