O amor e a solidariedade se reinventam a cada dia Em tempos de pandemia, descobrimos que não precisamos estar fisicamente perto para ajudar a quem mais precisa, basta apenas a proximidade de valores e de corações.

Sr. João Abel de Carvalho tem 91 anos e sempre exerceu a criatividade e a solidariedade como missões de vida. Para se reinventar depois de longos anos de trabalho, este fiscal de renda, advogado e professor transforma materiais que estariam na lata do lixo em preciosidades que vão parar nas mãos de muitas pessoas.

Orgulhoso do trabalho voluntário e da dedicação em plantar sorrisos e esperança, Sr. João comenta: "Esse é o presente que eu quero: o sorriso, o gesto de uma criança recebendo o palhacinho, é a coisa mais linda que tem - mas sempre lavando as mãos antes, ainda mais com essa situação crítica que vivemos. Se precisar de mais, eu estou às ordens. Para transmitir uma bondade e receber um sorriso de criança, tem mais palhacinhos prontos".

Tampinhas de suco, leite e água, pote de iogurte, sobras de panos - desprezados por muitos - quando reciclados e costurados por suas habilidosas mãos, tornam-se palhacinhos que trazem alegria a pequenos e grandes em meio às lutas diárias de cada um.

Nesta segunda-feira (10), os pacientes do Ambulatório de Oncologia do Hospital Estadual Botucatu receberam este singelo presente pelas mãos do Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, e da assistente social do Ambulatório Vanessa Cristina Ângelo.

Presente que faz renascer a esperança em um amanhã melhor e que traz também outra bonita lição: quando há muito amor envolvido, nada se perde, tudo se transforma. Na natureza e no coração das pessoas. (Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de  Botucatu)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração