A Polícia Ambiental de Lins flagrou mais fazenda com queimadas, desta vez em Getulina, e multou o proprietário em R$ 647.077,50, nesta quinta (1). Trata-se da mesma equipe que já havia autuado uma propriedade em Promissão, em atendimento a mais focos de queimadas, detectados por satélites,

O fogo atingiu 28,759 hectares (duzentos e oitenta e sete mil quinhentos e noventa metros quadrados ou aproximadamente 40 campos de futebol), de Área de Preservação Permanente (APP), com vegetação pioneira.

O dono da fazenda foi autuado, nesse caso, pela falta de alguns cuidados necessários que deveriam ser tomados pelo proprietário, como, por exemplo, a construção e manutenção de aceiros, que servem para proteger e evitar que o fogo se propague para áreas de preservação permanente ou reserva de mata nativa.

APPs são áreas protegidas pela Lei 12.651/2012, cobertas ou não por vegetação nativa, com a função ambiental de preservar os recursos hídricos, a paisagem, a estabilidade geológica, a biodiversidade, o fluxo gênico de fauna e flora e proteger o solo. (Jcnet)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração