Depois de registrar cinco mortes pela covid-19 nesta sexta-feira, 19, em mais um dia de UTIs lotadas, a prefeitura de Araraquara, decidiu decretar ‘lockdown total por 60 horas. Do meio-dia deste domingo, à meia-noite de terça-feira, 23, fecham bancos, indústrias, supermercados, postos de combustíveis e todo comércio, além dos serviços públicos não essenciais. Carros e ônibus do transporte não poderão circular.

Conforme o decreto, que será publicado neste sábado, 20, quem for flagrado fora de casa terá de comprovar com documentos a situação de emergência. Pelo novo decreto, só podem abrir farmácias e estabelecimentos de saúde. Os postos de combustível só poderão abastecer veículos dos serviços públicos municipais, estaduais e federais, incluindo a Polícia Militar. As pessoas terão licença para sair de casa para atendimento médico, compra de remédio e trabalho em serviço essencial. Quem for pego e não apresentar provas da necessidade será multado em até R$ 6 mil.

A cidade permanece na fase vermelha do Plano São Paulo de enfrentamento do coronavírus, o programa estadual de reabertura econômica da gestão João Doria (PSDB). As medidas municipais, porém, são ainda mais restritivas. Em rede social, o prefeito Edinho Silva (PT) disse que o aumento nos casos e o colapso na rede hospitalar impuseram a necessidade de ampliar o lockdown em vigor desde segunda-feira, 15. “Estamos falando de um momento em que famílias estão chorando a morte de seus entes, que só nós podemos juntos tirar Araraquara dessa situação”, afirmou. (Rádio Integração - Com informações da Prefeitura de Araraquara)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração