A Prefeitura de Botucatu anunciou na noite desta terça-feira (30), durante entrevista coletiva, a adoção de um "lockdown" para o feriado de Páscoa. A medida, que restringe ainda mais a fase emergencial do Plano São Paulo, vai valer a partir das 23h desta quinta-feira (1º) até as 6h de segunda-feira (5).

Segundo o anúncio feito pelo prefeito Mário Pardini (PSDB) e pelo secretário municipal de Saúde, André Spadaro, os serviços essenciais, como supermercados, padarias e outros estabelecimentos de alimentação, podem funcionar apenas por delivery durante a vigência da medida. Só farmácias e unidades de saúde podem atender presencialmente.

Além disso, também ficará vedada circulação de pessoas pela cidade. Apenas os profissionais da segurança pública e da saúde poderão circular e utilizar o transporte público. Os profissionais envolvidos nos trabalhos de delivery também poderão circular.

 A medida anunciada nesta terça-feira é semelhante, apenas um dia mais longa, à que vem sendo adotada nos dois últimos finais de semana na cidade e que entrou em vigor após a publicação de um decreto que restringe ainda mais o funcionamento das atividades comerciais, inclusive as consideradas essenciais, como os supermercados.

 

A prefeitura informou ainda que não descarta a adoção de um lockdown mais longo no caso de a contaminação continuar acelerada.

 

Por enquanto, segundo a prefeitura, isso não foi adotado até agora porque a combinação da fase emergencial com o lockdown nos dois últimos fins de semana tem ajudado a conter o avanço da doença.

De acordo com dados apresentados pelo secretário de Saúde, entre a semana retrasada e a semana passada a cidade registrou uma redução de 6% nas confirmações de casos de Covid-19.

Botucatu registra desde o início da pandemia quase 10 mil casos confirmados de Covid-19, com 149 mortes de moradores provocadas pela doença. Até agora, cerca de 9,3 mil botucatuenses conseguiram superar a doença e se curar. (TV Tem - Bauru)

 

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

ThumbnailSupremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (15) rejeitar o recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) que buscava reverter a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impostas pela Justiça Federal do Paraná, na Operação Lava...