Um motorista fotografou um radar atrás de um guardrail na rodovia João Hipólyto Martins (Castelinho), no acesso a Botucatu, por volta das 11h40 de sábado (20).

O condutor enviou para a Rádio Municipalista a seguinte mensagem: “Radar móvel na Castelinho em frente ao shopping, sentido Btu/SP, sem nenhuma sinalização ou aviso, sábado, por volta das 11.40”, citou Alcebiades Bernardo.

Ele alegou que havia resolução do (798) do CONTRAN – Conselho Nacional de Trânsito proibindo esse tipo de atividade. Há um trecho do documento que não permite que o radar móvel fique escondido.

A reportagem consultou a Artesp – Agência de Transporte do Estado de São Paulo. A assessoria informou que a resolução em questão pode ser implementada até setembro de 2021.

A Polícia Militar Rodoviária informa que atualmente não é preciso existir sinalização específica no local, basta que haja placa (R-19) indicando a velocidade da via, antes do local da fiscalização, respeitada a distância, normalmente entre mil e dois mil metros antes. Esclareceu ainda que os radares nesse local são operados por empresa terceirizada, vinculada ao DER e a Concessionária.

O policiamento também lembra, que o local tem um histórico de acidentes com vítimas e até fatais, sendo recorrente o excesso de velocidade (embasado no artigo 7° parágrafo 1° da Resolução 798):

Fonte: 14 News

Últimas Notícias : Pages : FM Integração

ThumbnailSupremo Tribunal Federal decidiu nesta quinta-feira (15) rejeitar o recurso da Procuradoria-Geral da República (PGR) que buscava reverter a anulação das condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva impostas pela Justiça Federal do Paraná, na Operação Lava...