Agentes penitenciários do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Limeira descobriram um microcelular e um chip escondidos dentro de bolachas que uma mulher enviou ao filho preso nesta segunda-feira (10). A encomenda, que foi enviada via Sedex, dos Correios, chamou a atenção dos funcionários, quando eles foram revistar o pacote recebido.

Segundo nota da SAP (Secretaria de Administração Penitenciária, o fato de algumas bolachas estarem coladas chamou a atenção dos agentes, que ao vasculharem o pacote encontraram a placa do microcelular com o chip. O equipamento media cerca de 3 cm.

O material foi apreendido e encaminhado para a Delegacia Seccional de Limeira, onde foi registrado um boletim de ocorrência. Além da abertura de um processo disciplinar interno para averiguação da participação do detento, a mãe dele, que constava no rol de visitas permitidas, foi suspensa da lista e está proibida de visitá-lo, ou seja, não poderá enviar mais encomendas ao filho, nem participar das “visitas virtuais”. (Educadora AM)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração