Um laudo expedido pelo Instituto Médico Legal (IML) de São Carlos, confirmou que um bebê de um ano e dois meses foi vítima de violência sexual com um objeto contundente na terça-feira, 11, na cidade de Dourado.

A confirmação sobre o abuso foi feita pelo delegado Reinaldo Lopes Machado, que comanda as investigações._ Segundo apurado, o caso teria ocorrido na terça-feira, 11. A menina teria passado o dia na casa de uma babá e, no final da tarde, o pai foi buscá-la e avisou a mãe, que a filha estava chorosa, com dores na barriga.

O bebê levado ao Pronto Socorro da cidade e os médicos notaram vermelhidão nas partes íntimas. Posteriormente foi encaminhada para a Santa Casa de São Carlos, onde foram constatadas lesões. A criança chegou a ser internada por uns dias e tomou vários medicamentos. Segundo o delegado, para prevenir possíveis doenças, uma vez não sabe-se ao certo o que poderia ter sido penetrado no órgão genital da pequena vítima.

INVESTIGAÇÃO

Machado informou que a Polícia Civil iniciou as investigações e desde então tem ouvido várias pessoas. Inclusive o marido da babá, enteado de uma vereadora da cidade, que passou a ser acusado nas redes sociais.

Familiares temem que o rapaz seja morto, após surgirem ameaças de agressões e linchamento em grupos de mensagens de WhatsApp. O delegado que apura o caso informou que, por ora não há suspeito. “Ouvimos o marido da babá que informou que passou o dia trabalhando e ficou em sua casa por 20 minutos, na hora do almoço”, comentou. “Estamos ouvindo diversas pessoas e vamos chegar ao culpado”, afirmou, salientando que crimes deste tipo são cometidos por pessoas próximas. “Porém, quero salientar que a Polícia ainda não tem um culpado. Estamos em um processo de investigação”, salientou. (São Carlos Agora/Foto: Divulgação - Imagem Ilustrativa)

Últimas Notícias : Pages : FM Integração