Guarantã - Um rapaz de 21 anos foi preso por feminicídio, em Guarantã (78 quilômetros de Bauru), na madrugada do último sábado (7). Ele é acusado de matar Rosangela Maria dos Santos Silva, de 16 anos, com quem possuía uma união estável.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 3h e se deparou com uma aglomeração de pessoas e uma ambulância municipal em frente ao imóvel em que o acusado morava com a vítima, na zona rural da cidade.

No local, os PMs foram informados pelo motorista da ambulância e por uma faxineira, que era conhecida da vítima, que a porta da casa chegou a ser arrombada para que a adolescente recebesse socorro, mas ela já estava morta.

De acordo com o registro policial, a garota foi encontrada caída em decúbito dorsal com parte do corpo sobre a cama e outra parte no chão, com sangramento na cabeça.

A cena do crime foi preservada para perícia técnica.

Ainda no local, uma equipe da PM recebeu informações de que o amásio da adolescente e possível autor do crime estaria na rua Otaviano Piza. Ao chegarem lá, se depararam com B.R.S. (apenas as iniciais foram fornecidas pela polícia) caído na calçada e com sangue nas roupas.

Aos PMs, o rapaz teria confessado ter matado a jovem por motivo de traição. Ele disse, conforme o registro policial, que entrou em luta corporal com a vítima durante discussão e acabou desferindo vários socos na mesma. Na delegacia, ele foi preso em flagrante pelo crime, que é inafiançável.

Uma criança de 4 anos, filha de um relacionamento anterior do acusado, teria presenciado as agressões e foi acolhida inicialmente por populares e, depois, pelo Conselho Tutelar.

Durante perícia no imóvel, três facas foram apreendidas, mas não havia sinais de sangue nelas. A suspeita da Polícia Civil é de que a vítima tenha morrido em decorrência de traumatismo craniano gerado pelas agressões.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Lins e seria liberado para funeral após o exame necroscópico.

 

Fonte: JCNet

Últimas Notícias : Pages : FM Integração