18 anos
a Primeira da cidade

18 anos
a Primeira da cidade

Alunos da rede pública têm até dia 19 para concorrer a bolsas de estudos em colégio particular de Botucatu

Para participar é preciso ter alto potencial acadêmico e baixas condições socioeconômicas; selecionados cursarão os três anos do Ensino Médio

O programa Somos Futuro, do Instituto SOMOS, braço social da SOMOS Educação, está com inscrições abertas para o processo seletivo de bolsas integrais até o dia 19 de setembro para alunos de escolas públicas que estejam no 9º ano do Ensino Fundamental II. No Estado, são 48 escolas participantes e em Botucatu, os interessados irão concorrer a vagas no colégio Anglo Botucatu, além de outros na região. (Confira quadro abaixo)

Todos os anos o acesso à educação de qualidade ajuda a abrir portas para um futuro melhor para estudantes de todo o País. Com base nesse propósito, a Cogna – uma das maiores organizações educacionais do mundo – oferece essas bolsas de estudos integrais a alunos com alto potencial acadêmico e baixas condições socioeconômicas, desde 2017.
Nesta edição serão disponibilizadas 292 bolsas de estudos para os três anos do Ensino Médio, em uma das 110 escolas parceiras da SOMOS Educação adeptas ao programa, distribuídas por 84 cidades de 14 estados. Um dos requisitos para concorrer a uma vaga é ter renda familiar per capita de até dois salários-mínimos.

“Sabemos que cursar um bom Ensino Médio abre portas não somente para a graduação, mas para a escolha e o desenvolvimento da carreira. É por isso que apoiamos estudantes de várias regiões do Brasil por meio do Somos Futuro. Ao contribuir para o acesso à educação de qualidade, criamos oportunidades e ampliamos possibilidades de que, no futuro, esses jovens ascendam ainda mais”, ressalta Mario Ghio, presidente do Instituto Somos.

Nos últimos cinco anos, a iniciativa já beneficiou mais de 500 pessoas. A estudante Valéria Gomes Cardoso é um exemplo de como o projeto tem mudado a vida desses jovens. Ela participou do primeiro ciclo do programa Somos Futuro, em 2018, e, no início desse ano, foi aprovada em Fonoaudiologia na USP.

“O programa mudou a minha vida por completo. Quando consegui entrar na universidade foi muito emocionante, porque sou a primeira pessoa da minha família a entrar em uma instituição pública. Estou muito honrada por essa conquista, é um sentimento inexplicável”, destaca.

Os interessados em participar podem acessar o site para preencher a ficha de inscrição, o questionário socioeconômico e enviar dois vídeos – um que fale sobre sua história (do candidato) e outro sobre como a família irá apoiá-lo na jornada de aprendizagem.

O processo de seleção compreende quatro etapas eliminatórias: análise socioeconômica; avaliação acadêmica online; entrevista online com voluntários do Instituto; entrevista com alunos e responsável(is) pela escola selecionada. Os candidatos aprovados em todas as etapas iniciarão o ano acadêmico de 2022 em uma das escolas parceiras do programa, com isenção de 100% das mensalidades e materiais didáticos. A vigência da bolsa abrange os três anos do ensino médio.

Programa de mentoria

Além de fornecer materiais didáticos e complementares, a iniciativa conta com um programa de mentoria formado por voluntários, todos colaboradores de diferentes áreas da Cogna. Mais de 790 já participaram do programa, totalizando mais de 6.400 horas de voluntariado.

Neste ano, 183 voluntários estão orientando alunos do 1º e do 3º ano do Ensino Médio – ajudando-os a desenvolver habilidades socioemocionais e a planejar o futuro e a carreira. “Acredito em uma sociedade colaborativa e empática, e creio que a educação transforma vidas, como transformou a minha. Então, quando um programa como o Somos Futuro aparece oferecendo o amparo de um mentoria a esses jovens, eu não poderia ficar de fora”, diz Francisco Odivaldo Teixeira Jr., gerente de Soluções Educacionais da SOMOS Educação.

“Buscando ajudar meu mentorado a se autoconhecer, eu mesmo consegui trabalhar alguns aspectos do meu autoconhecimento, o que me proporcionou grande equilíbrio emocional para enfrentar a pandemia, além de contribuir bastante para a minha atuação como líder. Me surpreendi muito com o quanto eu e ele aprendemos juntos”, completa.

Para a mentora Danielly N. A. Noé, que trabalha como gerente acadêmica da Kroton, a experiência se revelou surpreendente: “Essa foi a minha primeira vez como mentora e tive muitas surpresas ao longo do caminho. Foi uma grande alegria ter tido a oportunidade de acompanhar a evolução do meu mentorado ao longo das sessões. À medida que a mentoria evoluía, estabelecemos uma relação muito forte de empatia e confiança”, ressalta.
SERVIÇO:

Programa Somos Futuro 2022

Inscrições: até 19/09

Requisitos: estudantes do 9º ano matriculados em escolas da rede pública