18 anos
a Primeira da cidade

18 anos
a Primeira da cidade

Após desaparecimento de empresário, esposa tem prisão decretada pela Polícia Civil

Uma mulher foi presa pela Polícia Civil, após o seu marido desaparecer, em Porangaba, na região de Botucatu.

Edson Luiz Viana Moraes, de 46 anos, teve o seu desaparecimento comunicado para a polícia no dia 3 de maio, segundo consta em boletim de ocorrência da Polícia Civil.

Seu pai de 68 anos, morador de Quadra (SP), esteve na delegacia da cidade do filho dizendo ter ficado sabendo há 2 semanas, que Edson não foi mais visto em Porangaba.

O empresário que desapareceu trabalha com máquinas pesadas, como tratores para terraplanagem, em Porangaba.

Preocupado, o pai de Edson foi procurar pela nora, em Porangaba, em busca de mais informações. Ela alegou que Edson havia se mudado para o Estado de Mato Grosso para trabalhar e ligava a cada 15 dias porque o local onde estava não tem sinal de celular.

A nora pediu que ele voltasse a procurar por Edson em 15 dias. Em 30 de abril o pai do empresário recebeu a seguinte mensagem SMS do celular do filho: “Pai é o Edson, amanhã ligo”. Como não houve contato, ele resolveu ligar, e quem atendeu foi a nora.

Depois, a mulher saiu da cidade e sofreu um acidente na Castelo Branco, quando saía da cidade com as filhas pequenas. Ela foi internada no Hospital das Clínicas de Botucatu, e ao ter alta na sexta-feira, foi encaminhada a uma penitenciária feminina.

Segundo o delegado Seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte Neto, a delegacia de Porangaba continua investigando o caso para descobrir o motivo do desaparecimento do empresário. “O Delegado de Polícia de Porangaba representou pela decretação da prisão temporária da indiciada, esposa da vítima e foi decretada a prisão e ela já está presa”, comentou ao 14News.

As crianças que sofreram acidente, agora com o pai desaparecido e a mãe presa, ficaram aos cuidados do conselho tutelar.

Fonte: 14News