18 anos
a Primeira da cidade

18 anos
a Primeira da cidade

IMG-20220621-WA0180

Botucatu: Mais de 60 cães são resgatados em situação de maus-tratos na Vila dos Lavradores

A Polícia Civil de Botucatu registrou nesta terça-feira, dia 21, um caso que configura crime de abuso contra animais (Art. 32 da lei  9.605/98 ). O fato ocorreu em uma residência na Vila dos Lavradores.

O caso foi registrado pela DEPA (Delegacia Eletrônica de Proteção Animal). Diz boletim de ocorrência da Polícia Civil que o policial Wanderley Ribeiro de Faria recebeu um ofício da Vigilância Ambiental em Saúde, onde o vereador Abelardo denunciava eventual maus-tratos contra animais.

Para apurar a denúncia, compareceram ao local dos fatos equipes da Polícia Civil e Vigilância. Com eles estava a médica veterinária Débora de Fátima, que constatou a situação no local, relata a Polícia Civil.

Eles apuraram que no local estavam 63 cachorros, sendo a maioria da raça Spitz Alemão, além de alguns da raça Maltês.

A médica veterinária apurou que os animais estavam sofrendo maus-tratos, tendo em vista o espaço muito reduzido em que os animais se encontravam. Também constataram total falta de higiene no local, diz boletim de ocorrência da Polícia Civil.

As equipes também encontraram uma cadela gestante, o que é proibido por lei em Botucatu, caso o proprietário do animal não seja cadastrado como criador, diz relatório da Polícia. Também diz boletim que faltava água disponível no local para os animais.

“Por fim, os policiais constataram também que muitos animais estavam doentes e apáticos, o que pode caracterizar vários tipos de doenças, uma delas doenças por parasitas, que será confirmado por exame de sangue”, diz parte do boletim.

Todos os animais foram retirados do local e levados para tratamento da FMVZ/ Unesp. A proprietária da residência recebeu voz de prisão pela Polícia Civil. Ela foi levada para a cadeia Cesário Lange.

Os animais serão tratados, castrados e chipados. Só depois disso serão divulgadas as formas de adoção. (Acontece Botucatu)