20 anos

a primeira da cidade

abandono

Criança de 8 anos é largada à beira de estrada, e casal é investigado por tentativa de abandono de incapaz

Um casal é investigado por tentativa de abandono de incapaz ao deixar uma criança, sozinha, à beira de uma estrada na cidade de Trairi, no litoral cearense, na noite desta terça-feira (14). Uma imagem mostra o momento em que a criança está do lado de fora de um veículo, com os pertences em uma sacola e uma mochila.

O casal tentou abandonar a criança em duas oportunidades, segundo testemunhas. Na primeira tentativa, eles estacionaram o carro preto na frente de uma escola técnica e deixaram a criança na calçada. O vigilante da escola testemunhou o caso e fez com que o casal retornasse e pegasse a criança.

Minutos depois, o casal deixou a criança em outro local, desta vez, numa rotatória. Moradores viram a cena e fizeram o registro da ação. Em seguida, o casal retornou e pegou novamente a criança.

Investigações

 

A Secretaria da Segurança Pública informou que as Forças de Segurança do Ceará identificaram dois suspeitos de envolvimento na ocorrência de tentativa de abandono de incapaz.

Informações para a polícia

Equipes da Polícia Civil e da Polícia Militar foram acionadas para a ocorrência, após o casal ser visto deixando a criança em uma via e, em seguida, retornado e levando-a de volta. As investigações estão a cargo da Delegacia Metropolitana de Trairi que, neste momento, estuda as informações do caso.

A população pode contribuir repassando informações que auxiliem os trabalhos da polícia. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagemáudio, vídeo e fotografia.

As informações também podem ser encaminhadas para o telefone (88) 3351-1195, da Delegacia Metropolitana de Trairi, que também é o WhatsApp do departamento.

O Conselho Tutelar de Trairi também investiga a tentativa de abandono de incapaz. O órgão informou que um profissional foi até a residência da criança. Ela passa bem e será encaminhada para um órgão de proteção.

Fonte: G1

plugins premium WordPress