18 anos
a Primeira da cidade

18 anos
a Primeira da cidade

Morre garoto de 14 anos que sofreu acidente com bicicleta em Botucatu

Um garoto de 14 anos morreu durante acidente registrado na Rua Pedro Miguel Oyan, altura do número 71, no Conjunto Habitacional Humberto Popolo (Cohab 1), em Botucatu (SP).

Segundo a polícia, o acidente ocorreu por volta das 8h45 de quinta-feira (17) e o óbito foi registrado no mesmo horário de sábado (19) no Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu.

Consta no boletim de ocorrência que o menino que morava na rua Manoel das Neves Pinhão (Cohab 1), de 14 anos, e o acidente foi com um carro Honda Fit de uma mulher de 38 anos, que também reside na região da Cohab 1.

A Polícia Militar informou no mesmo boletim de ocorrência que encontrou o carro danificado e a motorista estava no local. Eles afirmaram que a condutora não apresentava sinais de embriaguez.

Ela foi ouvida pelos PMs relatando que estava “em velocidade baixa pela Rua Maria Aparecida Galhardo, momento em que foi atravessar o cruzamento com a Rua Pedro Miguel Oyan visualizou o garoto, ora vítima, descendo em alta velocidade com sua bicicleta por esta via, freou seu veículo, mas não conseguiu evitar a colisão, motivo pelo qual a bicicleta atingiu a lateral esquerda do para-choque do carro e o menino foi lançado contra o para-brisa de seu carro, vindo ao solo”.

Os policiais conversaram com uma testemunha que presenciou o acidente. Essa pessoa narrou que a motorista “vinha em velocidade compatível com a via, momento em que o garoto, que vinha em alta velocidade com sua bicicleta, colidiu com o carro”.

Em seguida ao acidente, o garoto foi socorrido em estado grave ao HC quando os PMs foram informados que o menino precisou se entubado e recebia os cuidados intensivos na UTI.

A mãe do menino, ela que é balconista e tem 34 anos, depois, acabou comparecendo no plantão policial para registrar o boletim de ocorrência sobre a morte.

O caso foi registrado como homicídio culposo na direção de veículo automotor (Art. 302) para investigação da Polícia Civil.

O garoto é velado em Itatinga e o sepultamento será ao meio-dia também em Itatinga.

Até o mês de outubro a cidade de Botucatu havia registrado 9 óbitos no trânsito em 2020. Também ocorreram 219 acidentes no mesmo período com pessoas feridas. Os dados tem como base os registros nas delegacias da cidade.

Fonte: 14 News