20 anos

a primeira da cidade

IMG-20230726-WA0019

Julgamento de ex-deputado Fernando Cury por importunação sexual contra Isa Penna acontece nesta quarta em SP

A Justiça de São Paulo marcou para as 13h30 desta quarta-feira (26) a audiência de instrução, o debate e o julgamento do ex-deputado estadual Fernando Cury, que é acusado de importunação sexual contra a também ex-parlamentar Isa Penna.

Segundo a decisão da juíza Danielle Galhano Pereira da Silva, da 18ª Vara Criminal do Foro Central da Barra Funda, a audiência será por videoconferência.

Em dezembro de 2020, uma câmera de segurança da Alesp flagrou o momento em que Cury passou a mão no seio da colega no plenário, em um abraço por trás, durante a votação do orçamento do estado para 2021.

Cury foi suspenso do mandato por 180 dias pelo Conselho de Ética da Alesp e expulso do partido Cidadania. O Tribunal de Justiça recebeu a denúncia do Ministério Público contra Cury em dezembro de 2021.

Ele só foi notificado em outubro de 2021. À época, a defesa de Fernando Cury alegou que ele “não teve a intenção de desrespeitar a colega do PSOL ou assediá-la” no que chamou de “leve e rápido abraço”, mas a até então deputada o acusou ao Conselho de Ética da Casa Legislativa e defendeu a cassação do mandato dele.

A punição de seis meses implicou a paralisação do mandato e do gabinete de Cury, com a consequente posse do suplente, Padre Afonso (PV), que integrava a coligação que o elegeu e que pôde formar sua própria equipe.

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) autorizou, anteriormente, a abertura de uma investigação criminal contra o deputado estadual Fernando Cury.

A decisão atendeu a um pedido feito pelo Ministério Público de São Paulo, que havia solicitado a autorização por conta do foro privilegiado.

Com as investigações avançadas, o MP denunciou o deputado pelo crime de importunação sexual. (G1 – Bauru)

plugins premium WordPress