20 anos

a primeira da cidade

Captura de tela 2024-05-29 102505

PM é preso suspeito de participar de roubo a lotérica na região

Cabrália Paulista – Três homens, entre eles um policial militar, foram presos temporariamente nesta terça-feira (28), durante operação da Polícia Civil que contou com apoio da PM, por suspeita de participação em roubo a casa lotérica de Cabrália Paulista (45 quilômetros de Bauru) ocorrido no último dia 22 de março. O agente seguiu para o Presídio Militar Romão Gomes, na Capital. Os outros dois aguardam a realização de audiência de custódia na Cadeia Pública de Pirajuí.

Segundo a delegada Márcia Regina dos Santos, que responde pelo expediente da Delegacia de Cabrália Paulista, no dia do assalto, por volta das 17h30, dois homens desembarcaram de um Gol de cor escura armados, usando toucas e bonés, renderam a proprietária da lotérica, que fica na avenida Mario Amaral Gurgel, na rua da delegacia, e fugiram levando cerca de R$ 11,5 mil em dinheiro.

A PM foi acionada e, momentos depois, chegou a localizar o veículo usado no crime em uma estrada de terra, mas o condutor conseguiu fugir a pé embrenhando-se em uma plantação de mandioca. O carro foi apreendido e periciado. De acordo com a delegada, as primeiras diligências revelaram que, apesar de chegar em um Gol, a dupla de criminosos havia deixado o local em um Escort de cor azul.

“A gente começou as investigações e apuramos que o Escort azul foi usado pelo policial que foi preso hoje”, conta. O agente, de 42 anos, que mora em Duartina e trabalha em Cabrália, foi preso nesta terça, ao iniciar o expediente, e declarou que só se manifestará em Juízo. Com ele, foram aprendidas munições de calibres .38 e .40 e celular. O PM seguiu para o Presídio Romão Gomes, na Capital.

Os outros dois presos, de 19 e 38 anos, são irmãos e também moram em Duartina. Um é o proprietário do Gol usado no dia do crime. Os celulares deles também foram apreendidos para realização de perícia. Todas as prisões são temporárias, por trinta dias, e as investigações prosseguem, segundo a delegada, visando à identificação de outros envolvidos e à localização da arma e do dinheiro roubado.

A reportagem enviou e-mail à assessoria de imprensa da Polícia Militar na Capital e ao 4º Batalhão de Polícia Militar do Interior (4.º BPM-I) e aguarda um posicionamento sobre a prisão do agente.

Fonte: Sampi / JCNET (Foto: PC Notícias/Reprodução)

plugins premium WordPress