19 anos
a Primeira da cidade

19 anos
a Primeira da cidade

IMG-20230521-WA0027

Polícia identifica oito suspeitos de envolvimento em execução de policial militar em Santa Bárbara d’Oeste

A Polícia Civil confirmou, neste sábado (20), que identificou pelo menos oito pessoas suspeitas de participar da execução de um policial militar, que morreu baleado na sexta-feira (19) em Santa Bárbara d’Oeste. A informação é da Delegacia de Investigações Gerais de Americana (DIG), responsável pela investigação.

Ainda segundo a polícia, do total de suspeitos identificados, três já haviam sido presos ainda na sexta-feira.

Outro suspeito morreu durante uma ação policial. Mais três foram detidos e conduzidos à delegacia para averiguação e um está foragido.

A ação policial na qual o suspeito morreu ocorreu no bairro Santa Rita de Cássia, próximo ao residencial onde o cabo da PM foi morto. As informações são do 10º Batalhão de Ações Especiais de Policial (Baep), que atuou na ocorrência.

Segundo a corporação, o suspeito fugiu de uma rua para outra, por cima das casas e por uma viela, entre a Rua Caramuru e uma via paralela, e foi baleado em uma oficina mecânica.

As prisões dos três suspeitos ocorreram após informações de moradores a respeito do uso de um Fiat Uno por eles, o que levou equipes policiais até o Conjunto Habitacional Roberto Romano.

“Aí identificou que havia um Fiat Uno no fundo desse condomínio Romano e, através dessa confirmação, os policiais identificaram que havia indivíduos ocupando um apartamento de forma irregular”, explicou o tenente-coronel José Antônio Golini Júnior, comandante do 10º Baep.

Os três foram presos por suspeita de envolvimento no crime e também foram apreendidos dois revólveres. Acredita-se que o PM também estava armado, mas a arma dele não foi localizada até a última atualização desta reportagem. O comandante informou que o trio tem passagens pela polícia, mas não detalhou por quais crimes.

O crime

De acordo com informações da Polícia Militar, Leandro Barbosa, que morava em Americana (SP) e atuava no 10º Baep desde 2019, foi até o Parque Residencial do Lago, na Avenida Ruth Garrido Roque, por volta das 10h30, para tratar de um assunto pessoal.

“O que nós temos é que o policial foi para o local por uma demanda que ele estava vendo, comprando uma moto, e no local outros indivíduos chegaram e fizeram disparos contra ele”, informou o tenente-coronel.

Ele foi atingido por cinco disparos, dois deles na cabeça. Segundo apurações policiais no local, os disparos foram realizados sem que ocorresse qualquer discussão e acredita-se que o policial não teve tempo para reagir.

A vítima chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Uma equipe da Polícia Científica e perícia foi direcionada para o local do crime. O sepultamento acontece na tarde deste sábado (20), às 16h, no Cemitério Parque Gramado em Americana. (G1 Piracicaba)

plugins premium WordPress