18 anos
a Primeira da cidade

18 anos
a Primeira da cidade

Secretário diz que se as pessoas não assinarem termo de autorização para Estudo, projeto da Vacinação em massa pode ser interrompido

Na noite desta quarta-feira, 19, o Secretário de Saúde de Botucatu, André Spadaro, durante o Boletim Diário sobre a Covid, fez um apelo à população da Cidade.

De acordo com ele, para que o Projeto que proporcionou a Vacinação em massa em Botucatu tenha êxito, as pessoas que apresentarem sintomas gripais ou tenham tido algum contato com pessoas que testaram positivo para Covid-19, quando entrarem em contato com a Central Coronavírus e realizarem o teste, precisam também assinar o Termo de Consentimento Livre Esclarecido.

Segundo o Secretário, esse termo autoriza que seja realizado o sequenciamento genético do vírus e permite que o estudo seja realizado. Ele ainda explicou que o estudo é realizado com o mesmo material já coletado no teste da Central Coronavírus, o RT-PCR, aquele feito com cotonete.

André Spadaro disse que algumas pessoas negaram assinar esse termo nesta quarta-feira. Ele deixou claro que, caso as pessoas não aceitem assinar esse termo para que seja realizado o sequenciamento genético, em uma situação extrema, o Projeto da Vacinação em massa em Botucatu, que ainda falta a aplicação da segunda dose da vacina AstraZeneca, pode ser até interrompido.

Fonte: Jornal Leia Notícias